Sem categoria

METAS PARA 2017

ADEUS ANO VELHO! FELIZ ANO NOVO!
 O ano de 2016 está chegando ao fim.  Organizamos simpatias para a virada do ano e nos enchemos de esperança. É hora de deixar de lado as coisas chatas e encarar as novas possibilidades que 2017 traz. Conseguimos nos aliviar das dificuldades vividas pela sensação de mudança.
              As mudanças são sempre bem-vindas, mas não esqueça que nós somos responsáveis por elas acontecerem. Muitas pessoas não compreendem que a ação é fundamental para que a vida nova aconteça. Só devemos alimentar a esperança que vem com o ano novo se estivermos dispostos a mudar nossos comportamentos. Aí vão algumas dicas para começar 2017 com o pé direito:
1. Faça um balanço da sua vida: Reflita sobre o que te deixa insatisfeito. É a hora de pensar como está a saúde, os relacionamentos, o trabalho e outros aspectos que você considere relevante. Seja honesto com você pois os sentimentos são a melhor medida para avaliarmos a necessidade de mudar.
2. Avalie seus comportamentos: Nossa ação é poderosa e quando agimos produzimos consequências para nós mesmos. Se você está em uma condição confortável, há grande mérito seu nisso.  O oposto é verdadeiro e por isso, não vale culpar pessoas e situações pela sua insatisfação. Coisas ruins acontecem e nos machucam muito, mas sempre temos o comportamento a nosso favor para mudarmos as coisas. Você pode e deve se lamentar e se sentir mal pelos eventos ruins, mas a forma de agir diante deles faz a diferença.
3. Planeje a mudança: Para mudar você precisa entender o que deve fazer. Imagine que você está dirigindo um carro e que precisa sair de um lugar ruim. Não adianta dar a ré no carro olhando para trás pois há grande chance de você bater. É hora de parar, olhar onde está, entender como chegou ali, traçar um novo caminho e planejar a rota. Ter pressa para sair do lugar provavelmente irá te atrapalhar no planejamento. É melhor saber o que você precisa fazer do que começar a agir aleatoriamente sem saber onde quer chegar. Impulsividade é um problema.
4. Estabeleça objetivos: Ao planejar a mudança estabeleça objetivos do que precisa ser feito. Eles devem ser pequenos comportamentos e por isso, não seja exigente com você. A mudança é gradual e os objetivos devem aumentar a medida que os anteriores são alcançados. Traçar metas com exigência alta pode gerar muita frustração.
5. Coloque o planejamento e objetivos em pratica e avalie o tempo todo: Depois de identificar o que você precisa fazer, comece a se comportar. Avalie se está dando certo e se for necessário, planeje novamente e reveja os objetivos. Seja paciente e justo com você na avaliação pois mudar comportamentos é trabalhoso. Se você enfrentar dificuldades na mudança, peça ajuda a amigos, familiares e até mesmo, profissionais da área da saúde.
Seja bem-vindo ao ano de 2017!! E que você o construa com muita mudança. Deixo, com carinho, uma frase para reflexão: “Não considere nenhuma prática como imutável. Mude e esteja pronto para mudar novamente. Não aceite verdade eterna. Experimente” (SKINNER,1969).
Espero que tenham gostado e até o próximo post 😘

Psicológa – Marisa Richartz Felicio Atendimento personalizado no consultório em Curitiba/PR. Orientações psicológicas online por meio do Skype. Saiba mais: contato@psicologamarisa.com.br www.psicologamarisa.com.br (CRP 08/15002) Especialista em Terapia Comportamental Mestre em Análise do Comportamento (41) 9975-0117 (41) 3205-4964

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

ACOMPANHE

Categorias