Sem categoria

Desafio #20diasnaturalmente


Olá amigos, quem me acompanha lá no instagran, facebook e snapchat, deve ter visto sobre o desafio.
Na verdade eu já sigo uma alimentação bem saudável, mas rola um bolinho aqui e ali final de semana, mesmo que funcional açúcar é açúcar, então eu me propus a ficar este período sem açúcar para perceber o impacto disto no meu corpo.

Vamos lá ver como funcional?

Um #desafio é um plano para fazer algo que não faz parte da sua rotina e que influencie diretamente na sua qualidade de vida. Este plano tem o intuito de mudar hábitos de forma positiva, seja neutralizando algo que você faz que te faz mal (como consumir muito açúcar) ou começar algo que possa fazer bem (como praticar atividades físicas).
A ideia de fazer o desafio em 20 dias é que se forçando a fazer uma atividade ou algo relacionado a ela durante 20 dias seguidos, você pode fazer a construção gradual do hábito, sem ter um grande choque no seu estilo de vida atual. Quando você perceber, ao completar os 20 dias, o hábito que você quis adquirir já estará facilmente implementado no seu dia a dia, de forma que seja um aprendizado para vida toda.
(Mas eu não vivo sem doce depois do almoço, “num Vicxi xim dúchi almúcxi”). Quando a pessoa precisa fazer alguma mudança é um drama! Chega de chorumelas, mostre que você é quem manda!
Comer frutas e saladas é bom e exercitar-se é ótimo, desapega do que não agrega!
#20diasnaturalmente comendo comida de verdade, fazendo exercícios, cuidando do corpo e da mente. Os primeiros 20 dias para o resto de uma vida, porque ter bons hábitos é para a vida toda.
Vem nessa e desafie seus amigos a ter bons hábitos, use a hashtag #20diasnaturalmente
Vamos começar dia 23/11 e dia 12/12 veremos quantas mudanças positivas conseguimos alcançar.
(A ideia é sugerir bons hábitos, o acompanhamento de um especialista de forma individualiza é indispensável) 😉
0203

O objetivo do desafio dos #20diasnaturalmente é eliminar grupos de alimentos que, possam trazer malefícios para a maioria das pessoas: açúcares, farinhas refinadas, gorduras ruins, industrializados em geral e bebida alcoólica.
Passamos a consumir comida de verdade, bebendo muita água e praticando atividade física, seguindo por uma linha mais natural possível. Ao final do desafio, você poderá observar as mudanças que ocorreram e avaliar se vale a pena continuar alimentando-se dessa forma.
Comida de verdade é feita de somente um ingrediente. Basicamente, tudo o que você tem a fazer é, a cada refeição, escolher uma porção de proteínas (um tipo de carne ou ovo), uma porção de vegetais (verduras e legumes) e, uma pequena porção de carboidratos (frutas ou raízes tuberosas, como mandioca, batata-doce, inhame entre outros) e gorduras boas como oleaginosas, coco ou abacate.
Você pode comer tudo aquilo que não é processado. Tudo aquilo que você pode simplesmente “pegar na natureza e comer diretamente” e comer quando realmente tiver fome.
farinhas_refinadas

✖️Açúcar de qualquer espécie, mesmo os naturais (Açúcar é açúcar)
✖️Bebida alcoólica
✖️Farinhas refinadas
Mas o que são farinhas brancas ou refinadas?
São farinhas que até 80% de suas propriedades são destruídas no processo de refinamento onde eliminam a casca e o gérmen, partes ricas em fibras, vitaminas e sais minerais. “A farinha branca é um ingrediente pobre em nutrientes e de alto índice glicêmico. Possui ação semelhante ao açúcar no organismo, aumentando a taxa de glicose no sangue e, por isso, o consumo em excesso está associado ao aumento de triglicérides e incidência de diabetes, obesidade e doenças crônicas.
As farinhas refinadas, são carboidratos de médio e alto índice glicêmico que contribuem para o aumento de peso. Por exemplo: farinha branca de trigo, farinha de arroz, farinha de tapioca, polvilho, fécula de batata e amido de milho, são algumas farinhas que são absorvidas rapidamente pelo corpo e aumentam a taxa de glicose no sangue. Isso faz com que você fique com fome em pouco tempo.
Já os carboidratos de baixo índice glicêmico têm mais fibras, além de limparem o organismo, dão saciedade e energia, não deixam o corpo “cansado”.
Podem ser considerados: Farinha de amêndoas, coco, linhaça, banana verde, chia, grão de bico, farinha de quinoa, amaranto, aveia, outros…
E lembre-se, mesmo sendo farinhas mais nutritivas, devemos sempre manter um equilíbrio em todas as refeições.

 (O acompanhamento de um especialista de forma individualiza é indispensável principalmente em casos de patologias)

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

ACOMPANHE

Categorias