Dicas/ Low Carb/ Notícias

ALIMENTAÇÃO CETOGÊNICA SEM LACTOSE

Por: Senhor Tanquinho –  by Roney e Guilherme

Hoje nós vamos falar um pouco sobre a dieta cetogênica: vamos explorar o que ela é, e como começar. A dieta cetogênica é uma dieta de baixo carboidrato (isto é, um tipo de dieta low-carb) e alta gordura, que oferece inúmeros benefícios à saúde. Afinal de contas, diversos estudos provaram que uma dieta cetogênica pode ajudar você a perder peso e ganhar saúde. 
Além do óbvio benefício de emagrecer com saúde, a dieta cetogênica também tem se provado útil contra casos de epilepsia, além de diabetes e esteatose hepática (gordura no fígado). Basicamente, na dieta cetogênica, os carboidratos processados são bastante reduzidos – sendo que as calorias que se originariam deles passam a ser fornecidas pelas gorduras. 
Dessa forma, como o próprio nome diz, a dieta cetônica pode induzir um estado metabólico conhecido como cetose nutricional
Alguns alimentos permitidos, e que formam a base da alimentação cetogênica, são os vegetais de baixo amido, as folhas verdes, os vegetais crucíferos, alguns legumes e algumas frutas em moderação.
As carnes, os peixes, os frangos, a carne de porco, os frutos do mar e os ovos complementam a base da alimentação cetogênica. Alguns alimentos que claramente não entram na dieta cetogênica são o pão, as massas, o açúcar, o leite, o arroz, o feijão, entre outros alimentos muito ricos em carboidratos. Algumas pessoas se apoiam fortemente nos queijos para seguir a dieta cetogênica. Isso não é recomendado, tanto porque os queijos podem conter certas quantidades de lactose quanto porque isso pode mascarar a base da dieta cetogênica, que é a de comer alimentos nutritivos e pouco processados
Como forma de resumo prático, preparamos um infográfico para ajudar a entender melhor como iniciar com sucesso uma dieta cetogênica.

 


Clique na imagem para visualizar em PDF.

A fonte foi o texto original: “Dieta Cetogênica: Cardápio, Receitas e Alimentos Permitidos”.

 

A ideia do texto de hoje foi passar alguns benefícios e as bases da dieta cetogênica, mas é claro que podem existir diversas dúvidas sutis sobre a sua implementação.

 

Nesse caso, além de procurar um profissional treinado para ajudar na adaptação a este estilo de vida, você pode ver as dúvidas mais comuns dos iniciantes respondidas aqui:

Dieta Cetogênica: Respostas Para As 20 Principais Perguntas

 

 

 

Forte Abraço,

Guilherme e Roney

 

Referências

Freeman JM, Kossoff EH, Hartman AL. The ketogenic diet: one decade later. Pediatrics. 2007 Mar;119(3):535-43.

 

Hemingway C, Freeman JM, Pillas DJ, Pyzik PL. The ketogenic diet: a 3- to 6-year follow-up of 150 children enrolled prospectively. Pediatrics. 2001 Oct;108(4):898-905.

 

Eric C Westman, William S Yancy, Jr, John C Mavropoulos, Megan Marquart, and Jennifer R McDuffie. The effect of a low-carbohydrate, ketogenic diet versus a low-glycemic index diet on glycemic control in type 2 diabetes mellitus. Nutr Metab (Lond). 2008; 5: 36.

Johnstone AM, Horgan GW, Murison SD, Bremner DM, Lobley GE. Effects of a high-protein ketogenic diet on hunger, appetite, and weight loss in obese men feeding ad libitum. Am J Clin Nutr. 2008 Jan;87(1):44-55.

 

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

ACOMPANHE

Categorias